Tem muita coisa em Não Nem Nada, da Cia Empório de Teatro Sortido

Num ritmo frenético, a Cia Empório de Teatro Sortido, sugere ao público paulista uma reflexão dessa nossa vida cotidiana e rir dos pequenos detalhes e das inúmeras coisas que compõe a sociedade, dita, moderna, sem freios e medo de julgá-las. 
É assim com o espetáculo "Não Nem Nada" do estreante (e ótimo) diretor Vinicius Calderoni, que extrai do quarteto de atores jovens (Geraldo Carneiro, Mayara Constantino, Renata Gaspar e Victor Mendes) uma dinâmica desesperada, forte e interessantíssima. A interpretação dos atores não deixa que a plateia pisque os olhos, desfilando uma dezena de personagens da vida moderna, sem nenhuma mudança de figurinos, joga o foco no lado patético do cotidiano, das relações humanas, das relações amorosas, e até no culto as celebridades. 
O tema principal da peça é a superficialidade, e é com leveza e até com uma certa sensação aflitiva que a Cia consegue chegar à um excelente resultado. Destaque para a atuação rápida e minuciosa de Renata Gaspar, mas sem diminuir em nada seus contracenas.
Vale a pena ver esta comédia inteligente, rápida e jovial.

                                                                                                             Texto de Valter Vanir Coelho

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Marcela Temer Nua

Você sabia que Renato Russo e Geddel (o homem das malas de dinheiro) eram inimigos de juventude? Saiba o porquê.

Juiz diz que não houve "constrangimento à vítima" e solta homem que ejaculou no pescoço da passageira