domingo, 3 de maio de 2015

O Circo inventivo do Hugo Possolo encanta em Sala de Espelhos


Hugo Possolo, um dos mestres do circo-teatro da atualidade colocou toda sua inventividade à serviço de renovar e criar elementos surpreendentes e artísticos para os manjados números circenses na peça Sala de Espelhos.

O resultado é um novo olhar para números de lira, tecido acrobático, paradas clássicas, manipulação de bonecos e truques mágicos, etc.
Cavalheiro, um palhaço carismático e curioso (muito bem interpretado e criado por Felipe Oliveira) observa atraves de sua vida um desfile de tipos encantados e sonhos de uma beleza impar e vão aos poucos seduzindo o público presente.
A virtuose que sempre impressiona em artistas circenses ganha teatralidade, humor, leveza e podemos nos impressionar com a cena da lira com as artistas gêmeas Nayara e Nathália Dias, e a poesia quando elas somem e aparecem sob os olhos de Cavalheiro, o tal palhaço gentil, também na força e delicadeza das paradas clássicas de Paulo Maeda e no olhar romântico (e aéreo de) Kadu Mendes e Marina Soveral. Os figurinos de Fernando Fecchio é um show à parte.
De fato é um espetáculo para se ver e se reencantar com o circo, novamente a turma da Cia Parlapatões acertou em cheia.

Serviço:
A peça saiu de cartaz do Alfredo Mesquita onde assisti Mas está em turnê por outros locais, Fique ligado nos comentários que vamos informando onde ver este ótimo espetáculo.

Nenhum comentário: