Cordel Encantado exagera nas "homenagens"

A novela Cordel Encantado é apontada como um fenômeno de crítica pela Tv Globo, e é realmente um diferencial na mesmice reinante das telenovelas, mas suas autoras Duca Hachid e Telma Guedes vivem fazendo referências a obras que me parece que elas têm como inesquecíveis. Fizeram questão da personagem Dora quando vestida de cangaceiro-homem ficar muito parecida com Diadorim, de Grandes Sertões Veredas, exibido na década de 80 e vivido por Bruna Lombardi,
assim como o rico principe Ignácio tem sua iluminação divina e doa tudo, até as vestes em praça pública, cena identica a do filme "Irmão Sol, Irmã Lua" de Franco Zefirelli, que conta a história de São Francisco de Assis.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Marcela Temer Nua

Você sabia que Renato Russo e Geddel (o homem das malas de dinheiro) eram inimigos de juventude? Saiba o porquê.

Juiz diz que não houve "constrangimento à vítima" e solta homem que ejaculou no pescoço da passageira